Paralela

Resenha: A mulher entre nós - Ela não é quem você pensa

22 maio

Livro: A Mulher Entre Nós - Ela não é quem você pensa
Autoras: Greer Hendricks e Sarah Pekkanen
Páginas: 351
Ano: 2018
Classificação: 

Após encerrar a leitura do livro “A mulher entre nós”, das autoras Greer Hendricks e Sarah Pekkanen, eu fiquei sem reação e de forma alguma isso foi ruim. Eu só conseguia pensar: "elas me enganaram perfeitamente". Quando eu o recebi e li a contracapa que diz “Chegou a hora de parar de fazer suposições.” logo pensei: -Vou matar a charada nos primeiros capítulos, logo eu, tão acostumada a ler Agatha Christie e Sir Arthur Conan Doyle. Esse livro vai ser fácil. Como eu estava errada! É impossível ler sem fazer suposições, eu tracei diversos desfechos, pensei em ‘n’ possibilidades, chego a dizer que até mesmo cheguei de forma parcial a solucionar o mistério, mas a cereja do bolo eu sequer imaginava.

O livro é dividido em três partes, a primeira narrada alternando entre primeira e terceira pessoa. Já a segunda e a terceira são todas narradas apenas em primeira pessoa. Na primeira parte o leitor é apresentado a duas mulheres, Vanessa e Nellie, a primeira divorciada e a segunda uma jovem prestes a se casar, as duas conectadas ao mesmo homem, Richard. Ele é o cara perfeito, cuidadoso e carinhoso. 

Vanessa está passando por uma fase difícil. Após o término do casamento com Richard, ela precisa retomar sua vida, mas o fato dele estar prestes a se casar novamente tira o seu sono. E alternando entre passado e presente ela narra como era sua vida durante o casamento e como está sendo difícil se adaptar à nova vida. Durante anos Vanessa se dedicou apenas ao matrimônio e ao desejo do casal de terem um filho, mas com o passar dos anos e após várias tentativas frustradas o casamento acabou se tornando insustentável. Agora, ela trabalha em uma loja de roupas de grife para se sustentar, toma remédios para dormir e por diversas vezes se vê envolvida com bebidas alcoólicas.

Nellie está prestes a se casar com Richard e o casamento acarretará em uma mudança significativa em sua vida. Professora do ensino infantil e garçonete para complementar a renda, no mundo do futuro marido ela não irá precisar mais ter duas profissões para se sustentar. Nellie carrega um grande trauma, um acontecimento fatídico que marcou a sua vida durante a faculdade. Para lidar com esse fato, ela recorre a dormir com um taco de beisebol do lado da cama e ter três fechaduras na porta de casa. Richard promete-lhe proteger de todos os perigos, porém ela ainda recebe ligações misteriosas e fatos estranhos acontecem a sua volta.

A medida que a leitura flui, o cerco vai se fechando e os pontos vão ficando cada vez mais claros, ou como leitores somos condicionados a pensar assim. A verdade é que mesmo com a trama se amarrando (diga-se de passagem, no final da leitura não sobram pontas soltas), as autoras reservaram grandes surpresas. O final da primeira parte me deu diversas ideias, mas nem metade do que eu imaginei aconteceu. A escrita das autoras me agradou muito, me embalei na leitura e só parava porque era obrigada. Se eu não trabalhasse, não tenho dúvidas que iria virar a noite só para saber o desfecho. Caros leitores, essa é uma leitura de tirar o fôlego.

Para quem gostou de “A Garota no Trem” da autora Paula Hawkins provavelmente irá gostar bastante desse livro. Recomendo também, claro, para todos que gostam de tramas recheadas de suspense. O livro me permitiu ficar tensa, atenta aos detalhes e me fez questionar o quanto a mente humana pode ser traiçoeira, além de expor as complexidades de um relacionamento. Leitura mais que indicada!
››

Aumenta o som

Vem Bailar!

19 maio


Olá Galerinha! Tudo bem com vocês? Espero que sim!
      O fim de semana finalmente chegou, então, para animar este sábado maravilhoso tem o especial “Vem bailar” inspirado em filmes musicais dos anos 70 e 80. Vamos colocar aquela música animada para tocar. Arraste os moveis, aumente a música, chame os amigos, parentes e comece a dançar! Não vale ficar parado!


#1 - You're the one that I want – Filme Grease



#2 – Footloose – Filme Footloose: Ritmo Louco


#3 Time of my life – Filme Dirty Dancing: Ritmo Quente


#4– Summer night– Filme Grease



Ouça todas:
Bom, galerinha espero que tenham gostado. Aproveite bastante o som  e se divirta. Lembre-se que ainda teremos muitas músicas rolando por aqui. Até a próxima!


››

Record

Resenha: Austenlândia

18 maio

Título: Austenlândia
Autora: Shannon Hale
Editora: Record
Ano: 2014
Páginas: 240
Classificação: 

"É uma verdade universalmente reconhecida que uma leitora que já leu e gostou das obras de Jane Austen, sem dúvidas se encantará por este livro..."

Já fazia algum tempo que eu não lia Chick Lits, e Austenlândia estava na minha meta do skoob desde o ano passado. De tanto postergar a leitura, assisti ao filme primeiro e como gostei bastante, decidi ler o livro depois de algum tempo, mas o que posso dizer é que o livro é sem dúvida bem mais interessante que o filme, então vale a pena ler.

Jane Hayes tem 33 anos e apesar dos vários relacionamentos que ela já teve, nenhum homem consegue encantá-la tanto quanto o Sr. Darcy do livro Orgulho e Preconceito de Jane Austen. Ela já havia perdido a conta de quantas vezes assistiu ao filme e ficava suspirando pelo ator Colin Firth, divagando no sonho de encontrar o amor da sua vida.

Porém, sua vida muda completamente quando ela recebe a visita de sua tia-avó Carolyn que é muito rica. Ela percebe a obsessão da sobrinha neta pelo Sr. Darcy e após o falecimento de sua tia, Jane descobre que ela ganhou uma viagem totalmente paga para a Austenland, em que ela terá a chance de viver como se estivesse no próprio século em que se passa o seu livro favorito, longe das tecnologias, com pessoas preparadas especialmente para recebê-la e vivenciar este momento. Será que Jane conseguirá de fato viver esta aventura longe do seu celular, e tendo que conviver com o mal humorado Sr. Nobley, além de saber que sente uma certa atração por Theodore, o jardineiro da casa?

Austênlandia é um desses livros que descobri por acaso, sem esperar muito do enredo e ao final, me surpreendi tanto que fiquei encantada com a leitura. É difícil não apreciar uma leitura que relembre um pouco o cenário dos livros de Jane Austen, só que aqui todos os seus personagens têm a plena consciência do mundo real tecnológico que os esperam quando não estão nessa aventura.
Os personagens são bem construídos, e em alguns momentos fiquei questionando o que seria real ali em meio a toda essa aventura e o que não seria, afinal as pessoas estavam preparadas para vivenciar cada momento em Austenland. Jane é uma personagem sonhadora, que acredita no amor verdadeiro, e mesmo que seus relacionamentos não tenham dado certo, ela não desiste da sua busca pelo homem perfeito.

O livro é incrível, narrado em terceira pessoa, com muitas pitadas de humor e diálogos inteligentes que me transportaram para Austenland também. É um livro que fala sobre a busca de uma mulher pelo amor da sua vida, com erros e acertos, com um pensamento já bem definido de quem ela procura. Para quem procura uma leitura leve, para um final de semana com momentos descontraídos, ou já leu as obras de Jane Austen, sem dúvidas vai apreciar este livro!


››

Autografia

Resenha: A Batalha Inesperada

15 maio


Título: A Batalha Inesperada
Autora: Carolina Ramalho
Editora: Autografia
Ano: 2017
Páginas: 264
Classificação: 


Recebi esse livro em parceria com a editora Autografia e de imediato, achei muito fofa a capa e nem imaginava as surpresas que toda essa trama poderia trazer ao longo da história. Não há como negar que gosto de livros com a temática juvenil e apesar de ter algum tempo que não leio livros desse gênero, foi bom reviver esses momentos com A Batalha Inesperada.

Ashley Baker é uma adolescente que mora com seus pais e o seu irmão Jack em Seattle nos Estados Unidos. Seus melhores amigos são Jack e Alyssa, com quem ela vai para a escola todos os dias. No colégio, ela conhece Sam, um garoto bonito de 17 anos que assim com ele também curte rock e gosta de ler livros. Apesar da fama de querer ficar com todas as garotas da escola, Sam desmente os boatos e se aproxima cada vez mais de Ashley, tornando-se grandes amigos, apesar de ambos sentirem muito mais do que carinho um pelo outro.

Além de se aproximar de Sam, Ashley também faz novos amigos, e vivencia momentos de muita alegria, troca de conversas no bate papo, além de festas e diversão. Porém, tudo muda quando Ashley planeja viajar com os seus pais para a casa de sua tia-avó e convida alguns dos seus amigos para poderem ir juntos em um trailer. Apesar dos momentos de felicidade, a vida reserva surpresas para a garota que ao voltar de viagem sofre um acidente. Será que Ashley conseguirá superar essa batalha?

A Batalha Inesperada é um livro que fala sobre ser adolescente, vivenciar medos, ter vontade de se apaixonar e ser surpreendida em meio à dor. Durante a leitura, deparei com uma personagem que curte o momento de ter 16 anos, aproveita ele ao máximo e valoriza cada instante com os seus amigos.

Ashley vivencia conflitos, tem o desejo de se apaixonar e não deixa de apoiar os amigos em quaisquer situações que eles estejam. A Batalha Inesperada também traz temáticas próprias da adolescência e o quanto é difícil vivenciar alguns momentos sem o apoio dos pais e amigos. Os relacionamentos que ocorrem na idade, a vontade de ter um grupo e estarem juntos são centrais na trama da Carolina Ramalho.

Apesar do enredo interessante, senti falta do aprofundamento em alguns momentos, desejando vivenciar mais alguns instantes com os protagonistas. Pelo fato do livro ter muitos personagens, algumas vezes me perdi um pouco, mas à medida que fui lendo, fui refletindo e compreendendo os momentos difíceis que eles vivenciaram juntos. É inegável que a autora mostra a realidade da adolescência hoje, apesar da história se passar em outro país e a escrita da Carolina também condiz com a trama protagonizada pelos personagens. Portanto, para quem procura um livro repleto de surpresas, reviravoltas, amizades e relacionamentos, não pode deixar de ler este livro.


››

Caixinha de Correio: Recebidos do mês de abril

13 maio

O mês de abril foi um mês recheado de recebidos, não só de parcerias, mas também de compras, me deu a louca dos livros(rsrs).  No mês de março a livraria Saraiva fez aquela promoção S-E-N-S-A-C-I-O-N-A-L  no dia das mulheres, na qual concederam 50% de desconto em diversos títulos e eu não poderia ficar de fora. Houve um atraso na entrega por isso os meus livros chegaram apenas no mês de abril. Porém, o importante é que chegaram. Dessa vez, não vou conseguir fazer fotos individuais de todos, mas vou falar de forma breve sobre alguns, vamos começar pelos recebidos em parceria com a editora Companhia das Letras.

Pelo selo Suma recebemos o livro "A Incendiária" do autor Stephen King que depois de alguns anos sem ser impresso no Brasil voltou as livrarias em uma edição de luxo incrível. O livro em capa dura faz parte da coleção Biblioteca Stephen King que já conta com outros títulos como "Cujo", "O Iluminado" e "A Hora do Lobisomem". Títulos indispensáveis nas estantes dos amantes de livros de terror. A leitura já está sendo feita pelo Renner, que como vocês já viram aqui no blog é um grande fã do autor. Em breve teremos resenha da obra.

Pela Companhia das Letras recebemos "O Bebedor de Horizontes" que é o terceiro volume da série "As Areias do Imperador" do autor moçambicano Mia Couto. O romance histórico traz o desfecho da saga de um imperador moçambicano do século XIX. Estou super curiosa para realizar essa leitura, porém a resenha vai demorar um pouco mais para sair, já que preciso ler os dois primeiros volumes da série antes. Deixo aqui meu comprometimento de em breve falar mais sobre esses dois livros e sobre o autor aqui no blog.

Já o selo Seguinte nos enviou o livro "Só escute" da Sarah Dessen, um livro que irá abordar temas como relacionamento familiar, distúrbios alimentares, amizade e música. Thalita já está realizando a leitura dessa obra e não tarda para sair a resenha aqui no blog. Eu já li "Os Bons Segredos" um livro jovem adulto da mesma autora e gostei muito, acredito que ela também irá gostar da leitura, caso tenha interesse em saber mais sobre esse último livro vou deixar a resenha aqui.

"A Mulher entre nós" foi enviado pelo selo Paralela é um suspense escrito por duas autoras a Greer Hendricks e a Sarah Pekkanen. Já estou realizando a leitura e leitores já posso adiantar que a trama é super envolvente, já estou quase na metade e gostando bastante. O livro aborda as complexidades do casamento e apresenta personagens intrigantes. Eu estou tentando me abster de suposições para poder me surpreender com a leitura. Esse mês terá resenha aqui no blog.

Agora vamos as compras na Saraiva.

Vou começar falando da edição 'maravilhinda' da Jane Austen  publicada pela Martin Claret e tem três romances da autora: "Orgulho e Preconceito", "Razão e Sensibilidade" e "Persuasão". Aqui no blog inclusive já tem resenha de "Orgulho e Preconceito", mas não pude resistir a edição, é simplesmente linda. Da Martin e Claret ainda tem "Crime e Castigo" do Fyodor M. Dostoevsky, um clássico da literatura, conhecido por explorar as mais diversas facetas psicológicas do ser humano, acredito que seja uma leitura sensacional.

Outra aquisição foi a trilogia Sprawl do autor WIllian Gibson publicados pela Aleph. Na verdade a compra foi apenas do segundo e terceiro livro da série, "Monalisa Overdrive" e "Count Zero". O primeiro volume "Neuromancer" eu ganhei de presente no meu aniversário do ano passado e consegui completar a coleção apenas agora. Como a lombada dos três está incrível não poderia deixar de colocá-los juntos na foto. Eu ainda não li o primeiro livro, o motivo eu queria ter todos primeiro, agora sempre que olho para eles na estante quero passar a leitura na frente dos outros. Espero trazer resenha em breve dessa ficção científica.

Na lista dos quadrinhos tem o volume doze e treze do mangá "Fullmetal Alchemist" publicados pela editora JBC, a coleção está crescendo. As HQs publicados pela editora Panini foram "Magneto - Infame", "Guardiões da Galáxia - Ângela" e "Thor – o Deus do Trovão - Os Últimos Dias de Midgard". Em breve teremos resenha desses exemplares aqui no blog.

Desde que lançaram o seriado "O Conto da Aia" estou adiando para ver, pois pretendo ler a obra primeiro. O livro que é um dos mais indicados pela atriz Emma Watson, tem diversos prêmios e tem despertado a minha curiosidade já faz um tempo. Espero não tardar a trazer a resenha tanto dele como do seriado que aqui no Brasil está sendo exibido pelo canal Paramount. "O Conto da Aia" da autora Margaret Atwood foi reimpresso pela editora Rocco e é considerado como leitura obrigatória.

"O Gigante Enterrado" do autor Kazuo Ishiguro e publicado pela Companhia das Letras é um dos livros que estava na minha lista de desejados fazia um tempo. O autor ganhou o prêmio nobel de literatura com esse livro, portanto as expectativas são altas. Espero não me decepcionar.

Outra aquisição foi "O Senhor dos anéis - O Retorno do Rei" do autor J.R.R. Tolkien e publicado pela editora Martins Fontes. Esse livro dispensa apresentações e todos já ouvriram pelo menos alguma coisa a respeito dele.

"Os despossuídos" da Úrsula K. Le Guin, publicado pela Aleph, foi outra aquisição feita na promoção do dia das mulheres. Ele não está na foto geral porque não estava em mãos no momento da foto, na verdade ele chegou alguns dias após a caixa com a maioria dos livros chegar. Por conhecer o trabalho da autora na literatura fantástica estou super curiosa para saber mais sobre a sua atuação como autora de ficção científica que é o gênero onde tem maior reconhecimento.

Por fim, e não menos importante recebi de presente de aniversário o livro "A Forma da Água" (Guilherme Del Toro e Daniel Kraus). Fiquei muito feliz por ganhá-lo pois estava na minha lista de desejados. Estou ansiosa para realizar a leitura e tenho fugido de spoilers de toda forma, já que o filme teve tantas indicações acaba sendo difícil fugir de todos. Provavelmente teremos resenha em breve.

Leitores, esse foi um breve resumo do meu mês de abril. Minha estante está cheia de novidades e aí como foi o mês de vocês?


››

Generale

Resenha: Branca de Neve - Os Contos Clássicos

10 maio


Título: Branca de Neve - Os Contos Clássicos
Autor: Vários Autores
Editora: Generale
Ano: 2012
Páginas: 212
Classificação: 

Recebi esse livro em parceria com a editora Generale e não poderia deixar de dividir o meu contentamento em poder ler uma obra tão interessante que de fato pesquisou profundamente o conto de fadas da Branca de Neve. Apesar de não ser o meu conto favorito, não posso negar que é uma história fascinante que já percorreu o mundo, foi transformada em diversas adaptações e alegrou leitores do mundo inteiro. Branca de Neve foi o segundo conto de fadas em forma de livro infantil que ganhei depois de Cinderela, então não poderia deixar de ler esse livro que fez com que eu tivesse uma nova visão a respeito dessa clássica história.

Branca de Neve - Os Contos Clássicos traz inicialmente as diferentes histórias que surgiram de vários autores ao longo dos anos, sendo elas adaptadas de acordo com o país em que esses escritores viviam. Não se sabe ao certo onde ela se origina, mas o fato é que do mesmo conto podem ter saído não somente Branca de Neve, mas também A Bela Adormecida e João e Maria como algumas histórias narram. O livro narra oito versões do conto de Branca de Neve que vão desde a versão mais conhecida dos Irmãos Grimm, até a versão russa escrita poeticamente por Alexandre Puhskin. Após cada conto, os autores fazem comentários que instigam os leitores a pensar a respeito das histórias escritas. Em algumas versões, a figura da madrasta é substituída pela mãe, e o próprio pai que contribui para manter a filha longe, remove esse ideal da família amorosa construída nos contos de fadas.

Apesar do sucesso com os contos, o livro mostra que Branca de Neve também está presente nos quadrinhos, nos cinemas em diferentes adaptações e interpretada por grandes atrizes, além do conto inédito escrito por Alexandre Callari que narra a história da Branca de Neve de forma inesperada e com muitas surpresas. Ao invés da magia dos contos tradicionais, a história criada pelo autor envolve o mundo real, mostrando como o bem e o mal realmente agem. O livro mostra as facetas cruéis de uma madrasta má psicopata, de um pai que defende a sua filha e de uma enteada que permanece firme em sua força e bondade. Com personagens bem construídos, mesclando o horror e a aventura, além de ser muito bem escrito, o Conto Inédito é um convite para os leitores fascinados pelos contos de fadas.

Branca de Neve - Os Contos Clássicos é um livro incrível que desperta novos olhares no leitor a respeito desse conto que encantou gerações e, além disso, ressalta os valores morais que se escondem por trás dessa bela história. Não há como negar que Branca de Neve é uma lição de bondade, do triunfo do bem sobre o mal e que nenhuma obsessão pode resultar algo de bom. Por isso, se você gosta desse conto não pode deixar de ler este livro, que sem dúvidas, vai te surpreender com essa história que há tantos anos ainda permanece no coração de milhares de leitores do mundo inteiro.

››

Évora

[DIVULGAÇÃO] 8ª Festa do livro da USP

07 maio

Morar no interior tem as suas desvantagens, uma delas é que geralmente não é fácil participar de eventos literários. Como as minhas obrigações não me permitem sair de Minas Gerais para São Paulo com a finalidade de visitar a 8ª Festa do Livro da USP vou deixar aqui o convite para visitarem o estande da editora Évora. Eles estarão oferecendo descontos a partir de 50%, isso mesmo você não leu errado, vai ter muito livro bom com um super desconto. Além claro, de um evento incrível que acontecerá entre os dias 8 a 10 de maio. Vou deixar o mapa do evento para melhor visualização.


››

Facebook