Resenha: Espada de Vidro

06 maio

Espada de vidro é o segundo volume da série Rainha Vermelha (clique aqui para acessar a resenha) escrito por Victoria Aveyard. O final do primeiro livro deixou um ótimo gancho para o segundo e quis começar a ler a sequência imediatamente. Espada de Vidro começa exatamente onde o anterior foi encerrado. E assim como o primeiro volume da saga dividiu o público entre os que gostaram e os que não gostaram. Eu faço parte do grupo que a história agradou.
Mare Barrow tem o sangue vermelho, porém possui poderes prateados e assim como ela existem outros vermelhos com a mesma condição, eles são chamados de sanguenovos. A variação genética no sangue vermelho deixa-os com poderes mais fortes que os dos prateados, e o príncipe agora rei Marven também tem conhecimento da existência desses novos vermelhos e começa a sua caçada. Mare, por sua vez, precisa correr contra o tempo para conseguir salvar seus semelhantes, além de fugir das garras do novo rei.
A sequência é realmente eletrizante, o livro sempre está em seu ponto alto e repleto de ações. Assim como A Rainha Vermelha #1, é narrado em primeira pessoa por Mare Barrow.  Mare está bem diferente de como foi apresentada inicialmente, nesse volume ela tem consciência dos seus poderes e das consequências causadas pela guerra. Porém, em alguns muitos momentos isso é irritante, ela age como se fosse mais preciosa (o que no contexto de fato a faz ser mais importante) do que todos os outros, como se fosse uma mártir, tratando todos como se fossem objetos e armas de guerra. Esse fato, porém não deixa a história ruim, é mais um ponto a favor da autora, que mostrou uma versatilidade incrível, conduzindo a história para rumos inesperados e possibilitando a sua protagonista ter sentimentos contraditórios, permitindo que ela errasse e que fosse imprevisível.
Victoria Aveyard não nega que tem grandes influências literárias, ela ate cita-as em seu agradecimento. Muitas críticas alegam que em seus livros não são originais, que é parecido com outras histórias, porém é comum ocorrer algumas referências, afinal ela é fã de grandes escritores de ficção fantástica. O que de forma alguma ameaça a originalidade do livro, o universo criado é distinto e tem características únicas o que enriquece a história.
O romance apresentado é bem sutil, não é preciso algo fervoroso para deixar um livro bom, afinal os personagens vivem em um mundo de privações, em meio a uma guerra. Uma paixão avassaladora é desnecessária, os romances acabam ficando em segundo plano. Em alguns momentos Mare chega a passar a imagem de que não ama ninguém, que não confia em ninguém, nem mesmo nela própria, o que é perfeitamente justificado por tudo que já passou, é normal se fechar e ter uma visão diferente.


Em relação a edição eu gostei bastante, o papel utilizado é amarelo e a fonte é bem confortável. Nem preciso falar que a capa é linda, os designers que a desenvolveram fizeram um belo trabalho. Ainda vem com uma pequena surpresa, na orelha do livro vem um marcador de páginas personalizado, porém eu não tive coragem de recortar.



Enfim, eu achei o livro muito bom, gostei da forma como foi desenvolvido, como os detalhes se encaixaram e o gancho final foi sensacional. Preciso saber com urgência o que acontecerá na sequência. Infelizmente vai demorar um pouco até sair o próximo volume, mas creio que se a autora mantiver o ritmo dos dois primeiros livros não tenho dúvidas que será muito bom. Vale ressaltar que essa é uma distopia YA (Young adult – jovens adultos), recomendo a leitura para quem gosta do gênero, porém não espere um livro romântico, cheio de mimi e sim com mais ação, guerra e algumas mortes, afinal são consequências das situações vividas.

Você pode gostar

23 comentários

  1. Eu li A rainha vermelha e amei todo o universo que a autora criou, mas é uma distopia, não tem como não ver semelhanças com outras distopias... mas é uma estória incrível cheia de potencial. Tô louca pra ler essa continuação. A rainha vermelha também veio com esse marcador, mas também não tive coragem de arrancar, haha. Ótima resenha!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol,
      Acredito que você irá adorar a leitura da sequência. Acho que ninguém tem coragem para destacar o marcador de páginas, achei bem legal ter em todos livros!
      Beijos

      Excluir
  2. Oi Anna.

    Eu não estou acompanhando está série, mas pela sua resenha o livro Espada de Vidro parece ser bom.É ruim quando gostamos de livro e a continuação demora um pouco para ser lançada. Algumas séries literárias que estou seguindo acontece isso e acaba sendo obrigada à esperar. Vou deixar sua dica anotada, caso apareça uma oportunidade vou ler ela.

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kênia,
      O problema que demoram muito pra lançar, aí quando é lançado precisamos reler a série toda pra nos situarmos. Espero que consiga ler!
      Beijos

      Excluir
  3. Oi, estou louca para ler A Rainha Vermelha, e esse livro, além dos contos já lançados, já que é uma distopia e eu amo distopias. Eu vi a galera bem dividida entre os que amam e odeiam, e espero ficar no grupo que amam. Adorei a resenha, e ela só me instigou a começar a ler logo os livros. Anotada a dica.
    bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thatyane,
      Espero que faça uma boa leitura e depois nos conte o que achou, vamos gostar de saber a sua opinião!
      Beijos

      Excluir
  4. Olá,
    eu ainda não li essa série, mas pela sua resenha fiquei bem interessada.
    A capa é linda e já chama atenção por si só.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos,
    Denise
    www.embarcandonaleitura.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Denise,
      Obrigada! Fico feliz que tenha despertado o seu interesse.
      A edição da série está impecável, ficam lindos na estante!
      Beijos

      Excluir
  5. Já ouvi bastante gente comentando sobre esse livro, eu ainda não li nenhum da série, mas acho as capas metalizadas lindas. Já cheguei a querer ler, depois me desanimei, agora não sei.. as opiniões são muito divididas, e não me decidi ainda :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Monique,
      Procura o primeiro capítulo para ler, se te prender você prossegue a leitura, eu costumo fazer isso quando vejo opiniões contraditórias.
      Beijos

      Excluir
  6. Oi Anna!

    Ah, sinceramente? Não adianta, todas essas distopias atuais vão se parecer em algumas coisas. Mas é aquele ditado, o que importa são as diferenças né. Vai dizer que a ideia dessa mulher não foi boa? Claro que foi! Mas agora, num sei se gostei muito da ideia dessa Mare ficar se superestimando não viu. Ainda num li nem o primeiro livro e já tô com o pé atrás. hauahauahaue

    Beijo!
    http://www.roendolivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana,
      Realmente todas as distopias tem algo em comum, principalmente por terem a base em distopias clássicas, mas eu gostei muito do desenvolvimento da autora. Mesmo com esse porém da Mare se achar em alguns momentos a leitura foi boa, achei que valeu a pena, não precisa ficar com o pé atrás, rsrsrs.
      Beijos

      Excluir
  7. Olá! Adorei a história do livro, que parece bem forte e cheia de reviravoltas, do jeito que eu gosto. Que bom que, apesar de não se tratar de um romance cheio de mimimi, temos um romance sutil na história. Que pena que a autora foi criticada por não se tratar de uma história tão original! As fotos que você fez são lindas e acho que eu também não teria coragem de destacar o marcador.
    Beijos!

    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Karla,
      Obrigada!
      Destacar o marcador seria como cometer um crime, não consegui, rsrsrs.
      Beijos

      Excluir
  8. Oie, Anna!
    Eu quero muito ler A Rainha Vermelha, pois apesar de ter lugares comuns há uma pegada diferente na protagonista, mesmo ela se achando tão preciosa como você falou, ela é mais desconfiada e talvez atenta... bom, ao menos é essa a impressão que eu tenho.
    Você sabe se vai ser uma trilogia?
    Bjus
    Anna - Letras & Versos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anna,
      Até o momento é uma trilogia sim. Já tem um livro de contos também.
      Além disso, estão tentando vender os direitos do livro para produzir uma adaptação cinematográfica.
      Beijos

      Excluir
  9. O primeiro livro, eu gostei bastante e fiquei ansiosa para ler o segundo, mesmo tendo o meu exemplar, ainda não tive tempo para poder ler, mas estou super empolgada, sou do time que amou esse livro, mesmo que tenha inspiração em outras obras, ainda acho que a autora conseguiu sua originalidade, os personagens são cativantes e o melhor, nada de um romance imposto a todo momento, algo que fique mais para o segundo plano e sinceramente, gostei dessa aposta da autora, bom saber que no segundo livro continua assim. Enfim, espero ler logo!

    Da Imaginação à Escrita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sammysam, concordo totalmente com você! Espero que faça uma ótima leitura do segundo volume. Beijos

      Excluir
  10. Aeeee que bom que a continuação é eletrizante hein!!! Adorei!!! Quero ler demais essa série, porque muita gente está falando muito bem, quero demais!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia, não irá se arrepender! rsrsrs
      Beijos

      Excluir
  11. Assim como em Rainha Vermelha Mari me irritou profundamente nesse livro, principalmente pelo que você citou da personalidade dela, o fato de usar os outros para alcançar seus objetivos, tive a impressão que ela é tão ruim quanto Maven, a diferença é que por acompanharmos suas ideias e pensamentos temos mais tolerância com ela. Quanto ao romance concordo com você, ele se torna uma parte um pouco desnecessária em meio a tudo e aprovei o fato de ser bem sutil, mas confesso que esperei por mais, vamos ver na sequência!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que o último livro promete! Estou tentando não criar expectativas, mas está difícil! Louca para saber o desfecho. Beijos

      Excluir
  12. Oi, tudo bem?
    Eu sou do time que não gostou desse livro, enfim não gostei muito da história e tentei. Mas minha colunista leu e é apaixonada, tanto que já leu Coroa Cruel e agora vai começar a ler esse.
    Bem, quem sabe um dia eu possa tentar de novo, porque é um gênero que adoro. Espero que o próximo seja bom e qur você curta.

    Beijos
    Leitora Sempre

    ResponderExcluir

Facebook

Instagram