Resenha: 1 Milhão de Motivos Para Casar

23 julho

Já tinha algum tempo que eu estava com muita vontade de ler esse livro, mas sempre que via algum comentário negativo em relação a ele eu desanimava. A minha curiosidade aumentou quando descobri que a Gemma e a Sophie Kinsella são irmãs, e como já conheço o trabalho maravilhoso da Sophie, fiquei bem empolgada. Para completar, a proposta do enredo é incrível e depois de concluir a leitura, fiquei com vontade de ter lido esse livro bem antes.
Jessica Wild foi criada pela avó que fez o possível para que a neta se tornasse completamente diferente da mãe. Nada de vaidade, futilidades ou se apaixonar, como se não bastasse a avó passava o tempo inteiro a criticando e parecia que nada a agradava. Até que um dia a avó decide morar em uma casa de repouso, pois ela afirmava que Jessica não saberia como cuidar dela e a neta concordou plenamente. Logo depois Jess foi morar com a sua melhor amiga Helen.
Apesar de não se dar bem com a avó, ela sempre a visitava e foi nesse tempo que conheceu Grace, que também vivia na casa de repouso, mas que ao contrário da avó era bem agradável. Jessica gostou tanto dela que quando a sua avó faleceu, ela continuou visitando Grace que acreditava plenamente no amor e por isso ela sempre perguntava da vida amorosa de Jess que tentava se esquivar do assunto. Porém, para não desagradar Grace, ela criou uma história em que estava completamente apaixonada pelo seu chefe Anthony Milton. A mentira foi virando uma bola de neve até estarem casados. A surpresa maior foi quando Jessica soube da morte da amiga pelo advogado de Grace, que ela era a herdeira de 4 milhões de libras, levando em consideração que Jess jamais soube desse dinheiro. Porém, havia um empecilho: a herança foi deixada para Sra. Jessica Milton e ela não era casada com Anthony.
Junto com Helen, elas criam o Projeto Casamento que consiste em conquistar o chefe dela e casar com ele em 50 dias, mas ele não poderia saber o real motivo. E é a partir disso que todas as confusões na vida de Jessica começam a aparecer, pois ela precisa conquistar Anthony e ainda fugir do advogado de Grace que insiste em falar da herança.
Já tinha um bom tempo que eu não mergulhava no mundo dos chick-lits e 1 Milhão de Motivos Para Casar foi uma leitura surpreendente. Porém, achei algumas partes do início um pouco cansativas, levando em consideração  que o humor estava um pouco forçado. Mas a partir do momento em que elas investem no plano, a leitura me prendeu e eu me diverti muito com os personagens.
O livro é narrado em primeira pessoa, e apesar de Jessica ser bem resistente as maluquices da sua amiga Helen, ela também queria que o projeto desse certo, mas ao mesmo tempo pensava em desistir por não se achar capaz de realizar tudo isso em apenas cinquenta dias. Porém, a amizade com Grace era maior e ela decide arriscar. E são em alguns desses momentos que a diversão é garantida. Apesar do tema clichê, fiquei bem surpresa com o final da história e quando eu imaginei o que poderia acontecer, não cheguei nem um pouco perto das ideias da autora.
Portanto, para quem gosta de um bom chick-lit leve, divertido e ao mesmo tempo surpreendente, que fala sobre o casamento e nos faz refletir sobre a importância do amor, esse é o livro que recomendo!

Você pode gostar

11 comentários

  1. Oi Thalita, acho que só pelo título eu já leria o livro. Ainda mais depois de ler sua resenha.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Adoro chick-lits. Não conhecia este, mas gostei bastante da premissa. Mesmo algumas partes do início sendo cansativas, como você disse, quero muito ler e saber como termina essa história. Só imagino as trapalhadas em Jess vai se envolver.
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
  3. Thalita, eu quase não leio chick-kit, mas acho muito engraçado as confusões que rodam eles.
    Esse parece ser divertido.
    Que história mais louca ela inventou e ainda vai tentar casar com o chefe em 50 dias.
    Super leria!

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  4. Ah!!! Eu tenho esse livro no kindle e confesso que até hoje não sentia vontade de ler, mas depois que li a sua resenha gostei bastante. Acho que só li um Chick Lit na minha vida. rsrs...que vergonhaa!!! Mas vou colocar esse como a minha próxima leitura. Amei a resenha e quero muito conhecer as maluquices de Helen.
    Bjss

    livrosemarshmallows.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Thalita, não conhecia esse livro mais vou anotar ele. Amei sua resenha, acho que vou amar esse livro por 1 milhão de motivos também! Espero ler em breve, essa capa é diva. Você me deixou tão curiosa..preciso desse livro. Beijinhos
    http://followyourdreamalways.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Thalita, sua linda, tudo bem?
    Compraria esse livro só pela capa e pelo título, risos... Não sabia que a autora era irmã da Sophie. Olha, seria muito mais fácil ela dizer a verdade para o chefe e lhe fazer uma proposta, depois poderiam pedir a separação, seria muito fácil. Mas da forma como ela fez, ele iria se apaixonar por ela e acredito que ela por ele, então, ela encontraria o amor!!! Faço até um palpite: desconfio que Grace sabia que era mentira, e fez tudo isso para ela encontrar o amor. Não vejo a hora de ler!!! Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá tudo bem???
    Gostei da sua resenha, mas infelizmente vou passar a dica desse livro, não gosto do gênero de chick lit, então fica para a próxima!
    Beijus
    www.bibliotecaempoeirada.com.br

    ResponderExcluir
  8. Esse é um daqueles casos em que o talento é de familia então? rs
    Achei bem interessante a proposta do livro apesar de clichê. Histórias assim são super divertidas de se ler e eu to precisando de uma coisa assim.Fiquei curiosa pra saber o final, já que foi diferente do que vc imaginou e provavelmente deve ser diferente do que eu to imaginando agora rs

    ResponderExcluir
  9. Esse é um daqueles casos em que o talento é de familia então? rs
    Achei bem interessante a proposta do livro apesar de clichê. Histórias assim são super divertidas de se ler e eu to precisando de uma coisa assim.Fiquei curiosa pra saber o final, já que foi diferente do que vc imaginou e provavelmente deve ser diferente do que eu to imaginando agora rs

    ResponderExcluir
  10. Eu adoro um bom chick lit, mas confesso que desde que vi sobre o lançamento dessa obra não me interessei em ler, não sei porque... E mesmo sua resenha estando espetacular ainda não me convenci a ler, sabe? Acho que no momento não estou para esse tipo de leitura, hahaha.
    Não sabia que elas eram irmãs, que bacana!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  11. Olá,
    Não sou fã de chick-lit e por isso evito ler, porém esse parece ser incrível e muito divertido. Fiquei bastante curiosa para saber o que a Jess vai aprontar em 50 dias para conquistar o seu chefe e imagino que será bem engraçado. Além disso, quero saber que final surpreendente é esse.
    Beijos,
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir

Facebook

Instagram