Resenha: O Conde Enfeitiçado

03 agosto

Esse livro faz parte da série Os Bridgertons, esse é o sexto livro e cada um narra a história de um personagem diferente.
Depois de algum tempo sem ler a série Os Bridgertons, resolvi mergulhar na leitura de O Conde Enfeitiçado. Eu estava bem curiosa em relação a esse livro pelo fato da Francesca ter aparecido bem pouco nos livros anteriores. Apesar de ter sido uma leitura bem cativante, fiquei esperando um pouco mais devido as minhas altas expectativas. Mas é inegável que mais uma vez, Julia Quinn mostrou o seu talento na escrita e ao final desse livro, percebi que é impossível não amar a forma como ela conduz suas narrativas.
Michael Sterling apaixonou-se por Francesca Bridgerton pouco antes dela se casar com o seu primo John. Michael guardou todo o amor que sentia por Francesca para si mesmo e sempre mostrou-se como um grande amigo do casal e os três eram muito próximos.
Porém tudo muda quando John morre subitamente sem nenhuma causa aparente. Francesca sente-se perdida e Michael completamente infeliz após a morte do primo que era como um irmão pra ele. Sabendo que seria necessário assumir o título de conde e tomar conta dos negócios que agora o pertenciam, Michael decide partir para a Índia ficando lá durante quatro anos, enquanto Francesca cuida da propriedade.
Ao voltar de viagem, Michael continua sentindo-se culpado por amar Francesca, mas não consegue expressar para ela tudo o que sente. Francesca encontra em Michael um grande amigo. Com uma nova perspectiva de vida, tudo o que ela deseja é poder casar-se de novo para ser mãe. Com a proximidade cada vez maior entre os dois, Francesca passa a olhar para Michael de uma outra forma e mesmo ambos carregando a lembrança inesquecível de John, não estavam preparados para os sentimentos despertados entre eles quando estavam juntos...
O Conde Enfeitiçado foi uma leitura surpreendente. Diferente dos outros livros, Francesca foi capaz de amar mais uma vez, mesmo achando que esse sentimento fosse impossível de nascer novamente. A forma encantadora como Julia Quinn conduziu a narrativa me surpreendeu do início ao fim.
Em relação aos personagens, posso dizer que é impossível não se apaixonar pelo Michael. Mesmo tendo consciência de todo o amor que sentia por Francesca, jamais deixou transparecer por sua amizade com John, que sempre foi muito sincera. É difícil e ao mesmo tempo triste amar alguém por tanto tempo e saber que não pode ser correspondido, porém mesmo assim ele sempre desejou que o casal fosse feliz e sentia-se mal por ter apaixonado por Francesca que não estava ao seu alcance.
Quanto a Francesca, posso dizer que é uma personagem muito bem construída, mas deixou muito a desejar. Devido ao mistério em torno dela por não ter aparecido muito nos livros anteriores, fiquei bem curiosa para conhecer um pouco mais da personagem. Apesar de ter algumas características que lembram suas irmãs, ela prefere manter-se independente e mais distante da família, que foi um fato que me incomodou bastante.

Apesar da vontade de rever essa família tão especial, eles não apareceram muito nesse livro, exceto Colin que teve uma participação especial.
Portanto, recomendo este livro para quem gosta de romances históricos e para quem deseja conhecer um pouco mais dessa família incrível, vale a pena a leitura!

Você pode gostar

13 comentários

  1. Oi Thalita! Tudo bem?
    Sou suspeitíssima para falar! Amo históricos e já li toda a série dos Bridgertons! O Conde Enfeitiçado inclusive tenho autografado! Mas de todos, os meus favoritos são os ímpares (1,3, 5 e 7). Amo Julia Quinn e não vejo a hora de sair mais livros dela por aqui!
    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gosta da série. Gosto muito da forma como a Julia escreve e seria bom ler novos livros dela. Beijos.

      Excluir
  2. Olá!
    Apesar de adorar romances de época, ainda não li nenhum dessa série. Espero mudar isso em breve, sou doida para conhecer os Bridgertons.
    Fiquei curiosa para saber como termina a história de Michael e Francesca.
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim e espero que você curta bastante a leitura. Beijos.

      Excluir
  3. Oi, Thalita!
    Sempre vejo muita gente falando super bem dos livros dessa série, mas ainda não li nenhum D: Pela sua resenha deu para perceber que o Michael é um daqueles personagens super preciosos porque é íntegro e leal (confesso que me interessei bastantepela história por causa dele) e que você gostou muito dele! Vou colocar na lista porque sua resenha me deixou super curiosa para conhecer esse personagem!
    bjus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vitória! O Michael é um personagem encantador, não tem como não gostar dele. Embarque na leitura e espero que você goste muito também. Beijos.

      Excluir
  4. Olá!
    Já estou um tempinho sem ler essa série e estou com saudades dessa família.. Preciso voltar a ler, parei no quarto livro. Estou curiosa com as personagens femininas, até agora só conhecemos poucas coisas sobre elas. Espero voltar a ler ainda esse ano.

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br//

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agora que todos os livros foram publicados, acho que vale a pena o retorno. Espero que curta a leitura. Beijos.

      Excluir
  5. Pena que você estava esperando mais, mas ainda bem que foi uma leitura cativante mesmo assim. Só li o primeiro livro de Os Bridgertons e, embora não seja fã de romances de época, me apaixonei de cara pela família e virei fã da Julia Quinn. Só não gostei de saber que nesse livro quase não tem participação do restante da família, em livros sobre irmãos essa costuma ser minha parte preferida.

    ResponderExcluir
  6. Oiii Thalita, cmo vai garota?
    Que resenha incrível essa sua, aprece que toda vez que entro no seu blog o encontro tão diferente e lindo, isso é ótimo. Mas, infelizmente irei pular a dica dessa vez, a obra não desperta muito meu interesse.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Oi Thalita, tudo bem? Sou fã assumida da Julia Quinn e já li esse livro. De fato esperávamos conhecer mais a Hyacinth nesse livro e que ela é mais distante da família porém eu entendi que essa é a personalidade dela. Por ser a mais nova da família ela se tornou independente. Do Michael não tem nada do que falar além de elogios. Eu adorei e AMO esse livro porque ele traz um humor mais sarcástico do que os outros e pela superação dos dois personagens. Vou ser suspeita sempre pra falar dele, já que ele está no meu top 3. Adorei sua resenha e me fez sentir saudades de ler o livro <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Thalita, só li o primeiro livro dessa série da Julia Quinn e confesso que já me encantei pela escrita dela.
    Espero ler toda a série em breve e gostar mais ainda da escrita e da história da autora.

    ResponderExcluir
  9. Olá tudo bem??
    Sempre vejo muitas pessoas elogiando a escrita dessa autora, só não pego para ler pois não é o gênero que gosto, mas um dia ainda pego essa série para ler de curiosidade!! Ótima resenha!
    Beijus
    www.bibliotecaempoeirada.com.br

    ResponderExcluir

Facebook

Instagram