Resenha: O Sinal dos Quatro

05 outubro

O sinal dos quatro” (ou “Signo dos Quatro”) é o segundo romance que Sir. Arthur Conan Doyle escreveu do famoso detetive Sherlock Holmes. Sherlock mais uma vez se encontra entediado e em busca de algo que desafie sua mente e é quando a jovem Mary Morstan acompanhada de uma misteriosa carta pede sua ajuda que ele se reanima. A carta marca um encontro entre Mary e um misterioso homem que promete entregá-la uma herança que a pertence por direito, na carta pede que não informe a polícia e que leve algum amigo junto a ela no encontro. Como a jovem conhece a fama de Holmes decide pedir ajuda a ele que prontamente junto com o companheiro Watson acompanham-a até o local do encontro.
Durante o encontro a jovem descobre um pouco mais sobre a misteriosa morte de seu pai, o Capitão Morstan, e toma conhecimento que tem direito em parte da fortuna que está em posse de um dos irmãos Sholto, porém o irmão que estava guardando o tesouro é misteriosamente assassinado e o tesouro que guardava desapareceu do local onde estava escondido. Sherlock Holmes se sente desafiado por esse novo mistério e começa a seguir as poucas pistas que encontra.
Cada vez que leio algo novo do Sherlock Holmes fico impressionada com a forma que o autor criou um personagem tão instigante e marcante quanto o detetive. A sagacidade de Holmes permite que o mistério seja solucionado com agilidade, desde as primeiras impressões do detetive ele já tem em sua cabeça a descrição de quem cometeu o crime só não consegue compreender exatamente os motivos que o levou a cometer o crime. A forma como todos os elementos se conectam e a justificativa final se complementam de forma inteligente e surpreendente.
O livro é narrado pelo Watson e nesse segundo romance ele começa a receber um maior destaque e participar mais da solução do problema, além de, apresentar um romance entre ele e a Srta. Mary Morstan. A todo momento ele se mostra interessado em desvendar o crime ao mesmo tempo que apresenta receios, pois quando recuperarem a herança a Mary será uma mulher muito rica o que a deixará inacessível a ele.

A edição que li é da Harper Collins, ela é de capa dura, com folhas em papel polén (amareladas), fonte e diagramação confortável. O romance “O Sinal dos Quatro” se encontra no volume 1 do box Sherlock Holmes: Obra Completa.
Preciso ressaltar mais uma vez a genialidade do autor ao escrever um romance tão conciso, bem elaborado e brilhante. A leitura é fácil, rápida e fluida, é possível ler em apenas algumas horas. Para quem gosta de romances policiais é primordial conhecer as obras de Sir. Arthur Conan Doyle.

Você pode gostar

19 comentários

  1. Oiee

    Eu amo Sherlock!! Esse ainda não li mas depois da sua resenha vou tentar o mais breve.
    Concordo, a cada leitura também fico mais admirada com a criação de um personagem tão instigante e apaixonante.
    Adorei sua resenha, perfeita!

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Fernanda!
      Não tem como não ficar admirada com o talento de Sir. Arthur Conan Doyle, um autor espetacular. Uma leitura sempre certeira.
      Beijos

      Excluir
  2. Tenho muita vontade de ler Sherlock, mas não sei se a leitura me agradará /:
    Adorei a resenha!
    http://my1life2in3books.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nathália,
      Uma opção de introdução ao universo de Sherlock são os contos que são apenas algumas poucas páginas, indico que leia um e se gostar comece a ler os romances.
      Beijos
      P.S.: Você encontra alguns contos disponíveis na Amazon e o melhor gratuito.

      Excluir
  3. Oi Carol, nunca li nada do autor, mas conheço o personagem e acho ele impressionante. Se Holmes for metade do que é na série tenho certeza que é bem empolgante acompanhar as histórias do autor. Me chamou atenção o livro se narrado por Watson, vou tentar colocar um dos livros de Doyle na minha lista de leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ju,
      Sherlock é um dos personagens mais instigantes que já tive contato na literatura, acredito que você não irá se decepcionar! Espero que tenha a oportunidade de ler em breve.
      Beijos

      Excluir
  4. Olá!
    Tenho muita vontade de ler as obras de Doyle. Só leio elogios, principalmente ao Sherlock, que acredito ser um personagem um tanto cativante e intrigante, sem contar Watson.
    Espero lê-los em breve.
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aline,
      Quando iniciei a leitura fiquei me perguntando porque não havia feito a leitura antes, espero que tenha a oportunidade de conhecer melhor tanto o Sherlock quanto o Watson.
      Obrigada pela visita!
      Beijos

      Excluir
  5. Gente, eu gosto muito dessas coisas de investigação e mesmo conhecendo o Sherlock, acredita que nunca tive vontade de ler? Agora caiu a ficha de que eu super deveria ler esses livros hahahaha. Todo mundo elogia, são inúmeras as adaptações e eu nunca tinha me dado conta de que pode dar super certo comigo. Começarei a amadurecer essa ideia, obrigada pela dica!!

    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Amadureça a ideia e coloque um dos romances ou contos sobre Sherlock em sua lista de leitura, você não vai se arrepender. Realmente a quantidade de adaptações das obras nos deixa perdido e acabamos deixando a leitura de lado, antes de começar a ler não imaginava que iria gostar tanto. Espero que aprecie a leitura.
      Obrigada pela visita!
      Beijos

      Excluir
  6. Li apenas um livro do Holmes, mas gostei bastante e O Sinal dos Quatro me deixou interessada, essa pegada com mistério e investigação sempre acaba atiçando minha curiosidade e estou pensando como o caso pode ser solucionado, sempre faço isso em romances policiais, fico traçando várias teorias, o que já fiz agora na resenha, mas pelo jeito vou ter que conferir o desfecho no livro e vendo agora que conclui a resenha, é até que curta a história, apesar disto a trama pelo visto é bem centrada e envolvente, não é? Enfim, acredito que vou gostar!

    ResponderExcluir
  7. Oiii
    Confesso que quanto se tratar de Sherlock Holmes eu sou leiga. Não li os livros desse universo, não assisto a série (apesar de que me recomendam) e nunca vi os filmes, ou seja, um completo fiasco quando se tratar desse detetive.
    Vou anotar a dica e nem sei te explicar porque nunca fiz a leitura, mas é bom saber que a narrativa é boa e que tudo se encaixa.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi flor!
    Só tive oportunidade de ler um livro do autor e gostei demais do Sherlock, é de uma genialidade esses mistérios, que eu fico besta ali lendo rs' estou com outros livros do personagem e não vejo a hora de pegar para conferir e mergulhar nas investigações de Holmes. Acho essa edição maravilhosa e pretendo compra-la rsrs..

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Só li um livro de Sherlock Holmes até agora, mas gostei bastante. Fiquei babando nessa edição, preciso dessa box! <333 Adoro livros em capa dura! *-*
    Adoro o Watson, sinto pena dele tendo que aturar as excentricidades de Holmes, hahaha.
    Quero muito conferir essa obra!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Carol, tudo bom?
    Só li um livro do Holmes ate hoje mas fiquei totalmente impressionada com a genialidade do personagem, as coisas que ele descobre com poucas pistas me deixaram de boca aberta. Desde então fiquei com vontade de ler outra história e essa me parece super interessante. Aliás, não me lembro se o livro que li era sob a visão do Watson, mas achei interessante ele narrar esse e não o personagem principal.

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem? Adoro esse livro!! Deu até vontade de reler rsrsrs
    Sempre fico impressionada com a capacidade do autor de criar histórias que sempre surpreendem.
    Ah, não sei se você viu, mas seu blog foi um dos que eu indiquei ao Prêmio Dardos 2016 :) Estou enviando o link para o meu blog para que você conheça mais sobre a iniciativa e também os demais blogs indicados: http://dicas-malu.blogspot.com.br/2016/10/indicacao-premio-dardos-2016.html
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Olá,
    Adorei a premissa do livro e acredita que eu nunca li nada sobre Sherlock Holmes?!?
    O gênero em si nunca me despertou muita curiosidade, mas tenho buscado sair da minha zona de conforto e fiquei bem interessada em conferir as aventuras do detetive que adora ter sua mente desafiada a todo momento.
    É impressionante a forma como o personagem soluciona os casos e isso me deixa bem intrigada!

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Carol!
    Sherlock é demais, né? Eu comecei a ler depois de "velha" e só pq lia Agatha Christie e todo mundo me falava para eu ler algo do Conan Doyle. Resultado: li o primeiro em um dia e os outros de forma seguida. Sou a-pai-xo-na-da pelas suas histórias!
    Gosto muito de O Signo dos Quatro (o meu é com esse nome), a história me deixou vidrada e tipo, quando as coisas foram se desenrolando fiquei com cara de trouxa. Hahahaha Nunca consigo seguir a linha de raciocínio do Skerlock.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Olá Carol!
    Eu ainda não li nada desse autor, mas esse personagem é muito famoso no meio literário. Sua resenha só me mostrou como a história é boa e como o autor é genial em criar histórias tão emocionantes e impactantes. Espero um dia ainda poder ler algo dele.
    Amei a sua resenha.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir

Facebook

Instagram