HQs/Mangás

Resenha: Guardiões da Galáxia

31 dezembro


“Guardiões da Galáxia: Os Vingadores Cósmicos” foi mais uma HQ incrível que tive o prazer de conhecer no ano de 2016, com a proximidade do lançamento do segundo filme me vi motivada a embarcar na leitura e posso garantir que foi uma ótima oportunidade de conhecer melhor os personagens do filme que promete ser um sucesso no próximo ano. O encadernado da Panini reúne os três primeiros volumes de “Guardians of the Galaxy” mais “Guardians of the Galaxy: Tomorrow’s Avengers”.
No primeiro volume é apresentado um pouco sobre as origens do Senhor das Estrelas (Peter), ele não sabia que o seu pai era um alienígena e levava uma vida “normal” até o dia em que sua casa, onde morava junto com a mãe, foi atacada por inimigos do reino do seu pai, como consequência do ataque a sua mãe veio a falecer, Peter passou então a se dedicar para ir para o espaço. Ele constrói uma reputação por onde passa, porém o relacionamento com o pai não é nada bom. O Senhor das Estrelas se junta a Gamora, Drax, Rocky Racum e Groot para enfrentar os perigos do espaço e seus respectivos inimigos, ficando conhecidos como famosos piratas espaciais. Agora a Terra está sendo ameaçada e os Guardiões da Galáxia irão se unir ao Homem de Ferro para descobrir quais os segredos que motivam esse ataque.
Já na HQ extra é apresentado um pouco mais sobre o restante da equipe dos Guardiões da Galáxia, nada aprofundado, porém possibilita ter uma visão melhor sobre as motivações de cada um.
Como já mencionei fiquei extremamente satisfeita com a leitura e me surpreendi do início ao fim com muitas cenas de ação e confrontos internos dos personagens, os autores não deixam a qualidade do HQ cair em nenhum momento. As ilustrações são de ótima qualidade e em relação a edição, assim como a maioria do encadernados da Panini esse também é um livro com capa dura.


Não vou me estender muito ao longo desta resenha para evitar spoilers, porém garanto que para quem gostou do primeiro filme sem dúvidas irá desfrutar as incríveis aventuras impressas neste volume. Estou extremamente ansiosa para ler o próximo volume da série, pois o desfecho deixou um ótimo gancho para a sequência. Enfim, indico a leitura para todos que adoram o universo dos super-heróis dos quadrinhos, a leitura vale a pena.

››

Retrospectiva 2016

Retrospectiva Literária: Melhores leituras de 2016

28 dezembro


O ano de 2016 foi marcado por grandes leituras, conheci a escrita de autores incríveis e tive a oportunidade de ler livros que gostaria de esquecer a história só para lê-los como se fosse a primeira vez. Por isso, decidi fazer esse post indicando as minhas melhores leituras do ano, porém essa não é uma tarefa tão simples. Todos os livros citados possuem resenhas no blog e para acessá-las basta clicar na imagem do livro desejado.
Como esse ano decidi que iria ler mais HQs não poderia deixar de citá-las, por isso escolhi duas que são totalmente opostas uma da outra, porém têm em comum o fato de serem biográficas: “Maus: a história completa” (Art Spielger) e “Soppy: os pequenos detalhes do amor” (Philippa Rice). Maus traz relatos reais sobre a segunda guerra mundial, é um livro intenso que apresenta a verdade nua e crua de uma época que assombra a humanidade até os dias de hoje mesmo após tantos anos. Soppy por sua vez é de uma extrema leveza, retrata o amor em sua forma mais simples e encantadora, demonstrando que o amor se encontra nos pequenos detalhes do dia-a-dia.


Esse ano foi marcado pelo lançamento de grandes thrillers psicológicos e sem dúvidas um que me deixou ansiosa do início ao fim foi “Caixa de pássaros” (Josh Mallerman), eu senti os medos e anseios junto a protagonista, além disso, fiquei o tempo todo imaginando o quão difícil seria sobreviver em tais condições.

Um autor que marcou bastante o meu ano foi Millan Kundera com a sua incrível habilidade de descrever a alma humana com todos os seus erros e acertos. “A insustentável leveza do ser” foi um livro que me fez refletir e compreender melhor as questões humanas, o equilíbrio entre a leveza e o peso da alma.

O sol é para todos” (Harper Lee) foi outro livro que me pegou de jeito e me conquistou pela narrativa simplista e delicada de uma criança sobre um assunto que merece destaque, o preconceito. O livro é repleto de camadas e mesmo depois de lido a história fica martelando na nossa mente possibilitando a extração de novas lições.

Em algum lugar nas estrelas” foi outro livro narrado por uma criança que me conquistou, o livro traz uma história sobre amizade, superação e respeito às diferenças. Duas crianças partem em uma grande aventura em uma floresta, eles precisam enfrentar tanto perigos impostos pela natureza quanto por outros humanos, a jornada é repleta de lições e auto-descobrimento.

Não poderia deixar de citar o rei e a rainha do romance policial, Sir. Arthur Conan Doyle e Agatha Christie, eles já são leituras obrigatórias na minha vida. “Um estudo em vermelho” foi o romance de estréia do detetive Sherlock Holmes e foi uma leitura agradável e surpreendente, fiquei encantada com a composição do crime, dos personagens e das cenas, sem dúvidas é uma leitura extremamente válida para os leitores do gênero. “Os Crimes ABC” foi surpreendente, quando achava que já conhecia o estilo de escrita da Agatha Christie me surpreendi com uma narrativa totalmente distinta dos demais que já havia lido da autora e mais uma vez me vi imersa tentando desvendar quem é o serial killer do livro.



Na categoria de ficção científica vale ressaltar a série Fundação do autor Isaac Asimov que foi uma das minhas primeiras leituras do ano e abriu com o pé direito a lista e que me deixou com um gostinho de quero mais livros do autor. “Interestelar” é um livro sobre viagens espaciais que eu tinha muito interesse de ler desde quando vi o filme e para a minha surpresa fiquei ainda mais fã  após ler o livro. Essa é minha lista de melhores leituras do ano e vocês já fizeram a suas?


››

Globo Alt

Resenha: O Garoto dos Meus Sonhos

26 dezembro

Imagine dormir e sonhar na maioria das noites com a mesma pessoa... Viajar e conhecer com ela diferentes lugares do mundo, viver em um mundo fantasioso e acordar no outro dia desejando sonhar com essa pessoa novamente e quem sabe algum dia encontrá-la para viver uma vida semelhante a dos sonhos.
Alice está mudando de cidade com o seu pai e o seu buldogue Jerry. Na maioria das noites ela sonha com um garoto chamado Max que junto com ela conhece vários lugares diferentes e em meio a um mundo de fantasias, ambos estão apaixonados um pelo outro. Porém a realidade é bem diferente do que Alice estava esperando. Em uma nova escola ela conhece Oliver que aos poucos se torna um grande amigo e mesmo sabendo que deveria esquecer Max que não faz parte da sua realidade, ela o encontra pela primeira vez parado na porta da sala de aula, durante a aula do professor Levy.  E ao tentar conversar com Max para descobrir se ele também sabe sobre ela, ela fica surpresa ao saber que ele tem uma namorada chamada Celeste. Aproximar-se de Max pode ser mais difícil do que Alice imagina e ela precisa descobrir se ele também sonha com ela e se ele gosta dela como ela gosta dele.
O Garoto dos Meus Sonhos foi um livro completamente diferente de todos que já li. De uma forma surpreendente e ao mesmo tempo fascinante, Lucy Keating constrói um mundo de sonhos que lembra essa realidade inconsciente que todos nós vivemos. Com conteúdos impossíveis de acontecer na realidade, viajamos em um mundo repleto de fantasias e cheio de surpresas.
Alice é uma adolescente que vive no mundo dos sonhos. Mesmo tendo consciência dos seus sonhos, ela quer viver neles, mesmo sabendo que precisa seguir com a sua vida em frente. E é quando encontra Max que o seu mundo vira do avesso. O Max dos sonhos não é o mesmo da realidade e age de forma bem diferente. Ele está vivendo cada dia ao lado das pessoas próximas e de sua namorada Celeste, que está com ele por um bom tempo.
O livro é narrado em primeira pessoa pela Alice e em alguns capítulos ela narra trechos dos seus sonhos e é impossível não gostar desses momentos. Diferente da realidade, Alice e Max vivem momentos incríveis quando estão juntos.
Em relação aos personagens secundários, Oliver destaca na trama como sendo o grande amigo da Alice, mas que gostava dela de forma outra forma, além da Sophie, a melhor amiga da personagem.
Apesar de ter gostado da história, senti falta de um melhor desenvolvimento da trama. Ainda assim, foi impossível parar de ler para saber como seria esse desfecho, além de acompanhar as reviravoltas que vão aparecendo ao longo do livro. Portanto, para quem procura uma leitura de sonhos e muitas surpresas, esse é o livro que recomendo!

››

Sobre Livros

7 Livros Para Ler em 2017

22 dezembro

Olá pessoal, tudo bem?
A postagem de hoje é bem especial, estou dando início a minha meta de leitura de 2017 e gostaria de compartilhar com vocês como escolhi os primeiros livros. Nem sempre é fácil escolher as próximas leituras e espero que 2017 seja um ano em que eu termine as séries literárias que comecei e descubra novos livros incríveis. Espero que gostem!

1. Um livro indicado por alguém


Já tem algum tempo que uma amiga me indicou esse livro, e como o ano está terminando, vou colocá-lo na minha meta de leitura de 2017. A premissa me chamou muito a atenção e como é uma adaptação da Cinderela de uma forma bem original não poderia deixar de ler. Abaixo segue a sinopse:

Sinopse: Num mundo dividido entre humanos e ciborgues, Cinder é uma cidadã de segunda classe. Com um passado misterioso, esta princesa criada como gata borralheira vive humilhada pela sua madrasta e é considerada culpada pela doença de sua meia-irmã. Mas quando seu caminho se cruza com o do charmoso príncipe Kai, ela acaba se vendo no meio de uma batalha intergaláctica, e de um romance proibido, neste misto de conto de fadas com ficção distópica. Primeiro volume da série Crônicas Lunares, Cinder une elementos clássicos e ação eletrizante, num universo futurístico primorosamente construído.

2. Um livro com mais de 500 páginas

Depois de ler o primeiro volume de As Sete Irmãs da Lucinda Riley e amar a história que se passa no Brasil, estou bem ansiosa para conhecer as outras personagens, dessa vez com a Ally. O mais interessante é que a autora consegue entrelaçar passado e presente e despertar a curiosidade para descobrir os segredos que perduram até o final dos seus livros. Em minha opinião, é uma das maiores autoras contemporâneas e já é bem conhecida no Brasil pelas suas obras fantásticas.

Sinopse: Em A irmã da tempestade, segundo volume da serie As Sete Irmãs, as vidas de duas grandes mulheres separadas por gerações se entrelaçam numa história sobre amor, ambição, família, perda e o incrível poder de se reinventar quando o destino destrói todas as suas certezas.
Ally D’Aplie é uma grande velejadora e está se preparando para uma importante regata, mas a noticia da morte do pai faz com que ela abandone seus planos e volte para casa, para se reunir com as cinco irmãs. Lá, elas descobrem que Pa Salt – como era carinhosamente chamado pelas filhas adotivas – deixou, para cada uma delas, uma pista sobre suas verdadeiras origens.
Apesar do choque, Ally encontra apoio em um grande amor. Porém mais uma vez seu mundo vira de cabeça para baixo, então ela decide seguir as pistas deixadas por Pa Salt e ir em busca do próprio passado.
Nessa jornada, ela chega à Noruega, onde descobre que sua história esta´ ligada a` da jovem cantora Anna Landvik, que viveu há mais de cem anos e participou da estreia de uma das obras mais famosas do grande compositor Edvard Grieg. E, à medida que mergulha na vida de Anna, Ally começa a se perguntar quem realmente era seu pai adotivo.

 
3. Um livro nacional


Depois de ler Quero Ser Beth Levitt (resenha disponível aqui no blog) e me encantar com a leitura, Renascer de Um Outono já está na minha meta do próximo ano. A forma como Samanta escreve é fascinante e é impossível não torcer pelos seus personagens. Espero ter uma experiência maravilhosa com essa leitura.

Sinopse: A vida aos dezoito anos está muito diferente do que Anna Hills havia sonhado. Sozinha em uma cidade estranha, reprovada no vestibular e demitida do emprego, ela enfrenta a difícil batalha para superar o desânimo e ir em busca de um lugar no mundo que possa chamar de seu.
Determinada a deixar os fracassos para trás, Anna descobre nos classificados a vaga para baby sitter de uma garotinha que vive com o tio. No entanto, ela não imagina que aquele pequeno anúncio de jornal se tornará o passaporte para as maiores emoções da sua vida, colocando-a face a face com mudanças, escolhas e com John, o rapaz que amava em segredo desde a infância, em um encontro que os levará a desvendar o verdadeiro sentido do amor, da vida e da importância de fazer cada instante vivido valer a pena.
Em uma tortuosa e apaixonante jornada, Anna descobrirá a força de uma grande amizade, a dificuldade de se conquistar o coração de uma criança e, acima de tudo, o poder transformador do amor, naquele que será o melhor e o pior outono da sua vida.

4. Um livro clássico

A Bela e a Fera é um conto tão lindo que mesmo conhecendo inúmeras versões, ainda assim estou curiosa para ler o clássico que inspirou o novo filme da Disney. A história tem encantado gerações e o mais importante é a valorização da beleza interior, bem diferente do foco dos outros contos famosos.

Sinopse: A versão original do clássico que inspirou o novo filme da Disney, estrelado por Emma Watson.
Adaptado, filmado e encenado inúmeras vezes, o enredo de A Bela e a Fera vai muito além da jovem obrigada a casar com uma horrenda Fera que no final se revela um lindo príncipe preso sob um feitiço. Nessa edição bolso de luxo da coleção Clássicos Zahar você encontra reunidas duas variantes da história.
A versão clássica, escrita por Madame de Beaumont em 1756, vem embalando gerações e inspirou quase todos os filmes, peças, composições e adaptações que hoje conhecemos. A versão original, que Madame de Villeneuve publicara em 1740, é de uma riqueza espantosa, que entre outras coisas traz as histórias pregressas da Fera e da Bela e dá voz ao monstro para que ele mesmo narre seu destino.
Toda em cores e ilustrada, essa edição conta com ótima tradução do premiado André Telles, uma apresentação reveladora e instigante assinada por Rodrigo Lacerda e cronologia das autoras. A versão impressa apresenta ainda capa dura e acabamento de luxo.

5. Um livro que você tem vontade de ler, mas ainda não leu

Já tem muito tempo que tenho vontade de ler este livro pois ele reúne 4 contos de 3 grandes autoras que acompanho o trabalho: Thalita Rebouças, Babi Dewet e Paula Pimenta. Ainda não li nenhum livro da Bruna Vieira, mas espero poder fazer a leitura em breve também. Abaixo segue a sinopse:

Sinopse: Dizem por aí que os melhores momentos da vida são vividos na adolescência. Os primeiros amores, os encontros, as festas, as viagens, as surpresas… E são sempre os instantes inesperados que transformam um dia comum em uma lembrança especial, daquelas que nunca deixarão de nos acompanhar.
Este é um livro sobre esses momentos doces e sensíveis que não se apagam da memória tão facilmente. Quatro contos, em quatro estações do ano, sobre jovens que passam por vivências e sentimentos intensos. Paula Pimenta nos leva em uma viagem de inverno. Babi Dewet conta como um outono pode mudar tudo. Bruna Vieira mostra a paixão brotando com a primavera. E Thalita Rebouças narra um intenso amor de verão. Histórias de um ano inesquecível que vão ficar para sempre!

6. Um livro de um autor famoso

Meg Cabot é uma das minhas autoras favoritas e sempre desperta a atenção com suas histórias incríveis que mexem com a imaginação do leitor. Depois dos 10 volumes de O Diário da Princesa, quero saber como será o casamento da Princesa Mia e me encantar mais uma vez com a história. Mal posso esperar pra ler!

Sinopse: O tão aguardado décimo primeiro volume da série que encantou milhões de adolescentes pelo mundo. A série mais amada pelas adolescentes dos anos 2000 está de volta em um romance para os jovens adultos. No novo volume de O diário da princesa, cinco anos se passaram desde que Mia se formou na faculdade — e sua vida anda bem agitada. Ela coordena um centro comunitário em Nova York, continua perdidamente apaixonada por Michael e está sempre cheia de compromissos reais na agenda. E por falar em compromisso... A imprensa não perde uma oportunidade de maldizer a vida do casal. Por que não se casaram até hoje? Existe outro pretendente? Como a família real permite que ela passe as noites fora de casa? Os paparazzi vivem atrás da princesa, mas ela tem outras prioridades. Até passar um fim de semana romântico com seu amor nas Bahamas. Será que chegou mesmo a hora do “felizes para sempre”? 

7. Um livro do seu gênero favorito

E para fechar os 7 livros, não é segredo para ninguém que o meu gênero favorito é o romance. Como ele tem muitas "variações", decidi escolher Sob a luz dos seus olhos que só pela premissa já chamou a minha atenção. O livro parece ser bem romântico com muitas tramas em torno dos protagonistas. Espero gostar da leitura.

Sinopse: Considerada a “Nicholas Sparks de saia” pelos fãs, por suas histórias românticas voltadas especialmente para o público jovem adulto, a paulista Chris Melo estreia na Rocco, pelo selo Fábrica231, com Sob a luz dos seus olhos. A trama conta a história de Elisa, que embarca para a Inglaterra decidida a começar sua vida adulta, levando na bagagem seus planos e sonhos para o futuro; e Paul, um artista tentando se encontrar e que vive intensamente cada momento. O que poderia ser apenas um encontro casual entre dois jovens tentando achar o seu lugar no mundo se transforma, pelas mãos de Chris Melo, numa profunda jornada de autoconhecimento, superação, perdão e recomeços protagonizada por duas pessoas comuns que experimentam o poder extraordinário do amor. Um presente para quem já é e para quem vai se tornar fã de Chris Melo.

Gostaram dos 7 livros para ler em 2017? E vocês, já pensaram em quais livros estarão na meta de leitura do próximo ano? Não deixem de compartilhar suas ideias nos comentários, vou amar conhecer novos livros!

››

Sobre Livros

Top 5: Os Últimos Livros (Original)

20 dezembro

Olá pessoal, tudo bem? Falta pouco para chegar em 2017, mas eu não poderia deixar de trazer esse top 5 que criei especialmente para o blog falando sobre os últimos livros. Espero que gostem da novidade!

1. O último livro que você comprou.


Esse livro já estava na minha lista de desejados por um bom tempo e finalmente ele está na minha estante. A leitura é bem leve e é mais um Young Adult para ler de forma fluida. Em breve postarei a resenha aqui no blog. Abaixo segue a sinopse:

Sinopse: O que Alice Bingley-Beckerman, Reena Paruchuri e Molly Miller têm em comum é que todas são enteadas de madrastas horríveis, perversas e cruéis.E nenhuma delas vive feliz com essa situação. Embora pareça improvável que sejam amigas, esse problema em comum poderá provar o contrário. Para impedir que os pais continuem enganados com as escolhas amorosas, as meninas se transformarão nas "MAÇÃS ENVENENADAS".

2. O último livro que você ganhou de presente.

Esse livro eu ganhei de presente da minha irmã no Black Friday. Também já estava na minha lista de desejados por um bom tempo e finalmente poderei começar a lê-lo. O livro é nacional e apesar de trazer um tema um pouco mais pesado, parece ser uma leitura incrível.

          Sinopse: Como saber o que o futuro nos reserva, como saber o que um amor nos reserva? Vanessa é uma bela jovem a procura de emprego, e durante uma entrevista se apaixona perdidamente pelo seu futuro chefe, César, um jovem empresário rico e bem sucedido. O sentimento que nasce entre eles é algo forte e em questão de dias ambos se vêem no meio de um grande amor! Mas, Vanessa é seqüestrada e todos os seus sonhos desmoronam como castelos de areia, sem poder falar com César, dizer a ele onde está e o que lhe aconteceu. Como se não bastasse toda a dor e sofrimento do cativeiro seu amado se casa com outra ao acreditar que ela era uma golpista. Com uma linha fina entre a morte e a vida ela não tem certeza de nada. Talvez um dia ela possa recuperar a sua vida que foi tomada. Talvez um dia ela possa reencontrar seu amor e ser feliz novamente. 

3. O último livro que você adicionou na sua lista de desejados.

Depois de ler A Fúria e a Aurora e ficar bem ansiosa pela continuação. A Rosa e a Adaga foi o último livro que adicionei na minha lista de desejados. Ele será publicado pela editora Globo Alt e posso dizer que já estou bem animada para a leitura. Para quem saber um pouco mais sobre o primeiro livro, a resenha completa, encontra-se disponível aqui.

Sinopse: Ainda não revelada.

4. O último livro que você leu.

Sábado a Noite 3 veio fechar com chave de ouro a trilogia que fez parte da minha vida nesses últimos meses. Houve muitas mudanças do primeiro até o último livro e em breve estarei postando a resenha aqui no blog.

Sinopse: Esse pode ser o fim da trilogia, mas “Sábado à Noite 3 – Com amor e música” é apenas o começo da vida de Daniel Marques, o famoso vocalista e guitarrista da Scotty. Alta Granada não é mais o palco principal, agora, a banda formada por ele, Caio, Rafael e Bruno toca em shows lotados no país inteiro. Os músicos já não são mascarados amadores, são reconhecidos e estão aproveitando o máximo no melhor estilo rockstar, sem precisarem esconder os rostos, estampados nas capas de revistas, jornais e nos noticiários. Amanda, por outro lado, deverá decidir entre viver o sonho de sua vida ao lado de quem ama ou continuar na segurança da cidade pequena de sempre. Será que ela pode ser muito mais do que os outros pensam? Jogar tudo para o alto e lutar pelo amor nascido nas praias do interior e nos bailes de sábado à noite do colégio valerá a pena? Junto a seus melhores amigos, Daniel e Amanda enfrentarão a maior decisão de suas vidas no desfecho tão esperado dessa história. Junte-se a eles e mergulhe nas páginas recheadas de música, dramas e amizade do último volume de SAN.

5. O último livro que entrou na sua lista de favoritos.

Depois de ler tantos livros da Thalita Rebouças, Confissões de Uma Garota Excluída, Mal - Amada e (Um Pouco) Dramática veio para me conquistar e entrar para a minha lista de favoritos através da personagem Tetê e de todos os seus dramas adolescentes. Para saber um pouco mais sobre o livro, a resenha completa encontra-se disponível aqui.

Sinopse:  Tetê acaba de se mudar com a família toda para Copacabana, no Rio de Janeiro, para a casa dos avós. O lindo e espaçoso apartamento da Barra da Tijuca em que morava teve que ser vendido, pois com a crise o pai foi demitido, e o resultado é que a vida dela virou de cabeça para baixo. Além de perder a privacidade, tendo que dividir o espaço com cinco parentes malucos que brigam o tempo todo, ela perdeu todas as suas referências. A única coisa que a deixa feliz é cozinhar. E, claro, comer as delícias que faz.
O lado bom foi se livrar do antigo colégio, no qual sofria bullying por causa de seu jeito peculiar. Sem contar sua desilusão amorosa... O problema é que ela está apavorada, porque agora tudo será novo e estranho, com o ensino médio, com a nova escola, e sem conhecer ninguém. E morre de medo de ser excluída ou de sofrer bullying novamente. Ela está bem mal, para dizer a verdade. Ou talvez seja um pouco de drama, porque já no primeiro dia as coisas parecem ser um pouco diferentes... Pelo jeito, tudo vai mudar, e para melhor.

Bom pessoal, esse foi o meu top 5 dos últimos livros e vocês? Quais foram os seus últimos livros? Não deixem de colocar nos comentários, vou amar conhecer novas leituras!

››

Resenha

Resenha: Finding Cinderella

19 dezembro

Sinopse: A chance encounter in the dark leads eighteen-year-old Daniel and the girl who stumbles across him to profess their love for each other. But this love has conditions: they agree it will only last one hour and it will only be make-believe. When their hour is up and the girl rushes off like Cinderella, Daniel tries to convince himself that what happened between them only seemed perfect because they were pretending it was perfect. Moments like that with girls like her don’t happen outside of fairytales. One year and one bad relationship later, his disbelief in insta-love is stripped away the day he meets Six: a girl with a strange name and an even stranger personality. But Daniel soon realizes that fairytales don’t exist, and unfortunately for Daniel, finding Cinderella doesn’t guarantee their happily ever after…it only further threatens it.

Meu primeiro contato com a Colleen Hoover foi através do livro “Talvez um dia” (Resenha aqui) e como gostei bastante da escrita da autora decidi me aventurar um pouco mais nas obras dela e foi assim que me deparei com “Finding Cinderella” que é um conto da série Hopeless, não, eu não li a série e também não considero que tive spoilers da mesma, apesar de no final ter me deparado com uma breve menção de um fato que decorre na série. Ainda assim gostei da forma como o conto foi desenvolvido e mais uma vez me encantei com a escrita da autora.
O foco principal é Daniel e Six que são os melhores amigos de Holder e Sky. Os protagonistas desse conto se conhecem em um armário escuro da escola e começam a conversar, nenhum dos dois fazem a mínima ideia de com quem estão conversando, porém optam por ficar no escuro, não desejam saber a aparência e nem o nome um do outro, pois não querem se decepcionar. A afinidade entre os dois é instantânea e ambos se encantam, porém sabem que o relacionamento não irá para a frente pois Six irá se mudar em breve.
Por se tratar de um conto o enredo não é extenso e pode ser lido em apenas algumas horas, portanto não entrarei em mais detalhes da história para não contar spoilers. O enredo segue o padrão dos livros do gênero New Adult, apresenta um drama um pouco mais adulto das questões abordadas nos Young Adults e levanta algumas situações que precisam ser questionadas em livros para servir de alerta.
Os personagens são cativantes e bem descritos, gostei bastante da forma como são desenvolvidos e como possuem características distintas o que deixa a trama bem palpável. A leitura é rápida e bem dinâmica, não é cansativa. Mesmo não tendo o hábito de ler ebooks com frequência por se tratar de uma história curta não me senti incomodada. Acredito que para quem já leu a série o conto deve ser ainda mais incrível, por isso já adicionei os livros da série Hopeless a minhas leituras futuras.

Indico a leitura para todos que gostam do gênero New Adult e também é ótimo para quem pretende treinar o inglês. O conto está disponível para download gratuito na Amazon (clique aqui).
››

HQs/Mangás

Resenha: Esquadrão Suicida - Chute na cara

18 dezembro

Já mencionei algumas vezes aqui no blog que adoro super heróis e supervilões, porém não tinha o hábito de ler HQs e esse ano decidi mudar isso, tenho sempre me deparado com histórias bem legais. A lista dos quadrinhos que pretendo ler está bem extensa e toda vez que me deparo com uma nova série acaba crescendo um pouco mais e foi exatamente isso que aconteceu com “Novos 52”. Um tempo após assistir Esquadrão Suicida no cinema me deparei com essa HQ e claro fiquei bem curiosa, assim que tive a oportunidade comecei a ler e foi uma surpresa maravilhosa.
Esquadrão Suicida: Chute na cara” tem uma proposta que na minha opinião equivale a fórmula do sucesso, um grupo de supervilões conceituados precisam trabalhar em equipe para ajudar a salvar o mundo. Por que eles irão salvar o mundo? Porque eles são criminosos condenados à prisão perpétua e em troca da redução das respectivas penas eles são coagidos a ajudar uma unidade secreta do governo em missões ‘ilícitas’, mas o que garante que de fato irão realizar as tarefas propostas é que cada um tem uma microbomba injetada no organismo e se alguém da equipe não cumprir o proposto a bomba é acionada e o vilão morre imediatamente.
Eu gostei bastante do filme e me surpreendi ainda mais com a HQ que possui elementos muito bem dosados e bem trabalhados. Os personagens são muito bem construídos e em nenhum momento eles perdem as suas principais características como vilões ou ficam parecendo heróis, eles são gananciosos e só entraram na missão somente porque se sentem ameaçados. A história é muito bem desenvolvida e logo na introdução já nos deparamos com cenas de ação que continuam até o fim, o autor mantém a tensão sempre no ponto mais alto e se torna impossível abandonar a leitura.
A parte gráfica é simplesmente maravilhosa, as ilustrações são lindas e contam com cores vivas e condizentes com a proposta principal do quadrinho em questão.A edição é em capa dura e bem caprichada, as folhas são de ótima qualidade e deixam a  experiência de leitura ainda mais incrível.
Não entrarei em pormenores em relação aos personagens, pois o grupo é grande e a resenha ficaria bem extensa, em resumo cada um tem o seu passado e traz consigo suas respectivas ambições e motivações. A medida que vamos nos aprofundando mais na vida dos personagens mais queremos saber a respeito deles, logo estou bem ansiosa pela sequência dos “Novos 52”.


Recomendo a leitura para todos que gostam do filme e de HQs do universo da DC, a série de fato é bem gostosa de se ler e vale a pena tê-la na estante.
››

Plataforma 21

Resenha: Como procurar um cachorro perdido

14 dezembro


Como procurar um cachorro perdido” da autora Ann M. Martin foi uma leitura extremamente revigorante este final de ano, a protagonista (Rosa) foi um ótimo presente e mesmo que o enredo seja simplista me encantou e me emocionou. Eu ganhei esse livro no sorteio de cortesia do Skoob e fiquei muito feliz, pois sou apaixonada por cachorros e adoro narrativas feitas por crianças, então já sabia que iria gostar da leitura, mas não tinha ideia do quanto.
Rosa é uma criança inteligente e singular, ela tem transtorno do espectro autista e adora números primos, regras e palavras homófonas (palavras que possuem a mesma pronúncia, porém se diferem na forma escrita). Crianças como a Rosa por diversas vezes é incompreendida, o autismo por se tratar de um espectro pode se manifestar de formas distintas em cada pessoa. Rosa tem dificuldades para se relacionar com outras pessoas e se sente muito sozinha, até o dia que o pai leva pra casa Poça, uma cachorrinha que encontrou durante uma chuva, a garotinha logo se apaixona pelo animal de estimação.
Rosa mora somente com o pai, a mãe os abandonou quando ela era ainda muito pequena, os dois possuem um relacionamento turbulento, o pai não a compreende e em grande parte do tempo está bebendo ao invés de tentar ser mais comunicativo. Por sorte o tio (irmão do pai) está sempre presente na vida da garota, ele a leva e busca todos os dias na escola, ele sempre ajuda Rosa como pode, seja conversando com ela ou discutindo novos homófonos. Desde o princípio não me identifiquei com o pai, achei que faltava ele tentar se envolver mais na educação da filha, em sua vida escolar, por mais que a vida esteja difícil os filhos não tem culpa e precisam de pais presentes, comunicativos e amorosos.
O foco principal do livro é o desaparecimento de Poça durante uma tempestade forte, porém acompanhamos também o crescimento emocional de Rosa e como a presença da cachorrinha influenciou de forma positiva em sua vida. Eu preciso confessar que nunca torci tanto para um livro ter um final feliz como esse, quanto mais eu avançava na leitura, desejava ainda mais a felicidade da protagonista.
Como já mencionei no início desta resenha, o enredo é simplista, porém o encanto fica por conta de ter uma perspectiva do mundo através do olhar de uma criança com autismo. Rosa apresenta uma audição aguçada, além disso, todas as vezes que alguma coisa não sai de acordo com as regras ela fica bem nervosa, por vezes, bate em si própria e outras vezes ela perde o controle e fica citando palavras homófonas ou números primos. A forma como a autora insere o autismo no enredo, os sentimentos de Rosa e a percepção que ela tem do mundo é muito rica e mostra todo o cuidado que teve ao realizar a pesquisa. A narrativa em primeira pessoa feita por Rosa foi primordial para quebrar alguns conceitos sobre o autismo e foi enriquecedora.
Uma coisa que me preocupou logo no início da leitura foi que o texto teria vários homófonos e como consequência a tradução seria bem diferente do original. O inglês possui várias palavras com sons parecidos, já no português a ocorrência é menor, porém me senti bem confortável em relação as escolhas dos homófonos na adaptação. A tradução ficou coerente e ainda assim emocionante.


Esse é um livro que recomendo para todas as idades, mesmo sendo classificado como infanto-juvenil pode mudar a visão de muitas pessoas sobre o autismo, adorei a leitura e super recomendo-o. O livro também pode auxiliar na convivência de crianças autistas com as demais crianças, possibilitando uma breve compreensão do tema e a aceitação que precisam para conviver.
››

Galera Record

Resenha: Diário de Uma Princesa Improvável

12 dezembro

É maravilhoso ler um livro da Meg Cabot depois de tanto tempo. Rever o diário de uma princesa que não é a Mia é algo novo e incrível, e eu não poderia ter ficado mais feliz ao terminar esse livro. A série da princesa Mia foi muito marcante e eu estava com saudade de rever os personagens que agora passam a ter um lugar secundário na história de Olivia e de uma forma especial mais uma vez entram no coração dos leitores.
Olivia Grace é uma garota comum com 12 anos de idade que está no ensino fundamental. Orfã de mãe, ela não conhece pessoalmente o seu pai, mas sempre está em contato com ele através de cartas, mesmo que gostaria muito de conhecê-lo pessoalmente. Ela mora com os tios Catherine e Rick que são bem sucedidos e seus dois primos: Justin e Sara. Ao contrário de Justin e Sara (que tem a mesma idade que a sua), Olivia não tem televisão no próprio quarto, nem telefone celular ou internet, então ela passa a maior parte do tempo ilustrando animais selvagens que é um dos seus passatempos favoritos, além de escrever em seu diário por sugestão do seu pai.
Porém, sua vida começa a mudar de cabeça para baixo quando Annabelle Jenkins, uma garota popular em sua escola, ameaça bater nela sem motivo algum e dá um empurrão em Olivia que a deixa com medo. Agora ela tem que encarar que Annabelle vai encontrá-la no final da aula, mas a sua sorte é quando uma limusine chega no momento exato para resgatá-la e junto com ela a princesa Mia, do qual ela já havia acompanhado tantas notícias. Agora ela descobre que Mia é na verdade sua meia-irmã e que ela tem uma família da realeza. Como Olivia vai lidar com tudo isso?
Diário de Uma Princesa Improvável é sem dúvidas mais um livro especial da Meg que é impossível parar de ler. Olivia é muito parecida com a Mia em alguns aspectos e é interessante acompanhar essa personagem que tem tantas coisas em comum com a sua família real. Olivia está no inicio da adolescência passando por muitas mudanças em sua vida e essa é uma das maiores que já viveu. Ela é uma personagem engraçada, bem divertida e tudo o que deseja é apenas estar do lado de todas as pessoas que ama.

O livro é muito fofo, começando pela capa e bem ilustrado. A fonte é grande sendo bem confortável para leitura e com folhas amareladas. Não encontrei erros de revisão.
Para quem procura uma leitura leve, divertida e ao mesmo tempo encantadora, não deixe de ler esse livro e se você gosta da escrita da Meg Cabot, Diário de Uma Princesa Improvável vai conquistar você!

››

Retrospectiva 2016

Retrospectiva 2016: Melhores Edições

11 dezembro


Olá leitores, tudo bem?
O ano de 2016 está acabando e a sensação que tenho é que o tempo passou voando, mas fazendo uma análise esse foi um ano bem produtivo no quesito leituras, por isso decidi fazer uma retrospectiva literária e como primeiro tópico decidi listar as edições mais bonitas que adquiri esse ano. Já posso adiantar que o mercado editorial caprichou, foram várias edições bonitas, além de disponibilizá-las tanto em capa dura como em brochura o que mostra uma preocupação maior com os seus leitores. A lista não segue uma ordem de preferência, pois seria impossível definir qual a mais bonita.
Arrow: Heróis e Vilões
Que eu sou apaixonada pela série "Arrow" não é nenhuma novidade e quando recebi da Gryphus Editora a edição maravilhosa de "Arrow: Heróis e Vilões" me apaixonei logo de cara. A edição está super caprichada, as fotos são maravilhosas, a qualidade da impressão é perfeita e os textos muito bem escritos (ótima tradução). Lê-lo foi uma grande nostalgia, pude me transportar novamente para as primeiras temporadas, por isso acabei revendo alguns episódios e sempre que ficar curiosa sobre algum acontecimento com certeza irei consultá-lo. Sem dúvidas os fãs do seriado irão se encantar por esse guia. Para ver a resenha completa clique aqui.

O Lar da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares
Esse ano sem dúvidas um dos grandes destaques da literatura fantástica foi o lançamento da série completa em português do "Lar da Srta. Peregrine". Mesmo o primeiro volume da série sendo diferente dos demais por ter sido publicado primeiro pela editora Leya e em seguida o segundo e o terceiro volume foram publicados pela editora Intrínseca, sou apaixonada com a coleção completa e quando tiver a oportunidade também irei adquirir o primeiro volume em capa dura. Resenhas: O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares, Cidade dos Etéreos e Biblioteca de Almas.
Harry Potter e a Criança Amaldiçoada
O oitavo livro da série Harry Potter foi um presente para os fãs, apesar de não ter agradado a todos foi uma leitura que me agradou bastante. A leitura foi bem nostálgica e me senti em casa mesmo depois de tantos anos sem visitar Hogwarts. A edição é simplesmente perfeita e agora estou desejando que todos os livros da série sigam o mesmo padrão, quem sabe a editora não nos presenteia ano que vem com as edições em capa dura. Para acessar a resenha clique aqui.

Clarice Lispector: Todos os Contos
Clarice Lispector é uma referência como autora e não tem como não impressionar com as suas obras, seus textos possuem diversas camadas e são densos de sentimentos. Se tem um livro que vale a pena ter na estante é sem dúvidas "Clarice Lispector: Todos os Contos", a Rocco caprichou na edição que foi lançada esse ano, bem diagramado, com capa dura e com uma jacket maravilhosa uma edição para encher os olhos e alimentar o coração, sem dúvidas uma das melhores aquisições desse ano.

João e Maria
Eu sempre quis ler algo do Neil Gaiman e eis que me deparo com um clássico infantil recontado por ele em uma edição perfeita. O livro é em capa dura e todo trabalhado em preto e branco desde a capa até as ilustrações ao longo da história, folhas de ótima qualidade e bem diagramado. Confira a resenha clicando aqui.

Sherlock Holmes (Romances - Volume I)
Outra bela aquisição que fiz esse ano foi o livro de romances do Sherlock Holmes publicado pela editora Martin Claret. O livro é em capa dura, possui ilustrações, bem diagramado e tem uma folha de guarda linda. A capa tem um toque emborrachado que eu adoro e os escritos estão em baixo relevo e tudo está lindo. Confira as resenhas dos romances: "Um Estudo em Vermelho" e "O Signo dos Quatro".

Elric de Melniboné (A traição ao imperador)
A editora Generale lançou no ano de 2015 uma edição maravilhosa de "Elric de Melniboné" (Michael Moorcock), esse livro é considerado um clássico da literatura fantástica e um dos primeiros livros do gênero espada e feitiçaria. Recebi-o da editora na semana passada e estou bem ansiosa para ler, espero que o conteúdo faça valer a edição maravilhosa.



Em Algum lugar nas estrelas - O Homem que caiu na Terra - Circo Mecânico
Quando falamos em qualidade de edição logo pensamos na DarkSide Books que sempre trouxe para os seus leitores edições bonitas e bem elaboradas. Esse ano tivemos diversas publicações da editora, uma pena que não consegui comprar todas, mas ainda completo a minha coleção de livros deles. Um dos livros que mais me encantou esse ano foi "Em Algum Lugar nas Estrelas" (clique aqui para ler a resenha) desde a edição até o conteúdo do livro, tudo muito lindo. Outro livro que eu gostei bastante da editora foi "O Homem que Caiu na Terra" a edição ficou incrível com cores vivas e bem chamativa, o enredo me levou a refletir em vários níveis questões sobre a humanidade e vale a pena ser lido (clique aqui para ler a resenha). "Circo Mecânico" foi uma das minhas aquisições do Black Friday e estou simplesmente apaixonada pela edição maravilhosa e em breve terá resenha aqui no blog.





Essas foram algumas das edições incríveis que adquiri esse ano e você qual foi a edição mais bonita que entrou para sua estante esse ano? Me conta nos comentários vou adorar saber.


››

Facebook

Instagram